Bem estar

Comentários

Depilação íntima aumenta risco de problemas na pele

Pesquisa mostra que boa parte das mulheres removem pelos pubianos

De acordo com um estudo, mulheres adeptas da depilação cavada na linha do biquíni podem aumentar as chances de surgimento de infecções, queimaduras, coceiras, erupções cutâneas e cortes.

Pesquisadores descobriram que quase 90% das mulheres retiram parte ou todos os pelos pubianos (a maioria usando laminas), enquanto que o restante declarou ter se depilado com cera ao menos uma vez na vida.

Cerca de 60% delas afirmaram já terem sofrido, pelo menos uma vez, com alguma complicação relacionada à pele, o que inclui cortes invisíveis, chamados de escoriações epidérmicas, pelos encravados e alergias.

Mulheres com sobrepeso e obesas se mostraram duas vezes mais propensas a passar por complicações, e três vezes mais quando removem todos os pelos do que quando tiram apenas parcialmente.

 Apesar das complicações, 44% das mulheres analisadas disseram que costumavam remover os pelos, mas pararam. A principal razão, citada por 41%, foi a rejeição dos efeitos colaterais. Outros motivos foram o incômodo (25%); falta de atividade sexual (11,4%); o fato de gostarem da aparência dos pelos (7,1%) e o pedido do próprio parceiro para pararem (2,4%).

Comentários