Saúde

Comentários

Falta de ferro pode prejudicar nervo óptico de bebês

Estudo avaliou efeitos de dieta pobre em ferro em ratos recém-nascidos, notando lesão no nervo óptico dos filhotes

Segundo estudo, a falta de ferro pode causar danos no nervo óptico de bebês. A constatação foi determinada depois de analisar os nervos ópticos de ratos submetidos à privação de ferro logo após o nascimento.

O estudo avaliou mais de 30 ratos recém-nascidos, divididos em dois grupos. No primeiro, as mães não consumiram alimentos ricos em ferro. Logo, os filhotes ingeriram leite materno deficiente da substância. O segundo grupo, por sua vez, serviu como controle: as mães receberam ração comum, com relevante quantidade de ferro.

Ao final de 32 dias de vida, os estudiosos analisaram os nervos ópticos dos filhotes, notando algumas alterações importantes na parte visual do cérebro dos pequenos animais. A análise continuou e constatou danos progressivos: o animal avaliado aos 32 dias de idade tinha mais lesões do que o avaliado aos 22 dias, por exemplo.

Os resultados também podem ser considerados nos seres humanos. Isso porque a falta de ferro é a deficiência nutricional mais frequente no mundo e acomete justamente mulheres em idade gestacional e crianças, gerando, consequentemente, mais problemas na acuidade visual.

Assim, a recomendação é para que gestantes procurem um especialista e verifiquem o melhor cardápio para estimular o bom desenvolvimento do organismo e da resistência do bebê.

Comentários